top of page

Após Justiça aceitar pedido do MP, Bruno de Luca responderá por omissão de socorro


A Justiça aceitou um pedido do Ministério Público do Rio e declarou que Bruno de Luca deverá responder por omissão de socorro, por não ter ajudado o amigo Kayky Brito após ele ser atropelado na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.


A Polícia Civil havia decidido em seu inquérito não indiciar o ator, que aparece em imagens de câmeras de segurança indo embora sem socorrer Kayky. Em seu depoimento, Bruno afirmou que tinha visto o atropelamento, mas que só soube que era Brito no dia seguinte.



"Foi o único que teria saído do local logo após o atropelamento, sem adotar qualquer providência para prestar socorro, nem mesmo saber que algum socorro ou solicitação havia sido feita", afirmou o documento do MP.



E prosseguiu afirmando que: "A conclusão lógica e óbvia é que o referido senhor Bruno não se importou sequer em ter qualquer conhecimento quanto às providências que teriam sido adotadas para prestação de socorro daquela vítima, não podendo se eximir de responsabilidade pelo crime previsto no artigo 135 do Código Penal", aponta a nota.

23 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page