top of page

Presa fazendeira acusada da morte do marido em Itapetinga

Na noite desta segunda (14), duas pessoas suspeitas de participação na morte do comerciante e pecuarista João Martins, se apresentaram a Polícia Civil, acompanhadas de advogados. Vanessa Azevedo Dias, de 44 anos, que era esposa de João Martins, que foi assassinado em sua fazenda na zona rural de Encruzilhada, e o barbeiro José Roberto Regis de Oliveira, de 35 anos, são suspeitos de participação na morte de João. Havia um Mandado de Prisão expedido pela Justiça em desfavor dos dois suspeitos, e uma operação deviria acontecer nas próximas horas no sentido de localizar e prender os mesmos. Ao se apresentarem o delegado cumpriu o Mandado da Justiça e deu voz de prisão aos dois. O Mandado de Prisão preventiva se estende por 30 dias, tempo em que a Polícia Civil terá para colher mais provas e elucidar o crime. O processo corre em segredo de justiça, mas segundo informações levantadas pela nossa redação, ainda tem suspeito que deverá ser preso nas próximas hora, caso não se apresente. Vale salientar que os suspeitos presos, já haviam sido ouvidos pela Polícia Civil e os depoimentos foram anexados ao inquérito. João Martins foi assassinado no dia 24 de maio em sua fazenda, que fica localizada na zona rural de Encruzilhada. A primeira versão dava conta de um Latrocínio (roubo com resultado morte). A Polícia Civil segue trabalhando no caso.

65 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page