top of page

Pai de cigana morta oferece vultuosa quantia em joias por 'cabeça' do genro



O pai da cigana, de 14 anos, que morreu após ter sido baleada com um tiro no queixo, em Guaratinga, no sul da Bahia, já havia anunciado aos familiares do genro, também de 14 anos, suspeito do feminicídio, que queria que o pai o entregasse para que ele fosse morto assim como a sua filha. Agora, o homem oferece, por meio de áudios compartilhados em aplicativos de troca de mensagens, R$ 300 mil em anéis e cordões de ouro para que o rapaz seja localizado.


O suspeito e o pai fugiram logo após a morte de Hyara Flor dos Santos Alves em direção a uma estrada que dá acesso à cidade de Itamaraju e ao estado de Minas Gerais. Policias da Bahia e de Minas fazem buscas para localizá-los. O adolescente, também de origem cigana, estava casado com a vítima havia dois meses.


Hyara deu entrada em um hospital de Guaratinga na quinta-feira (6) com um ferimento provocado por um disparo de arma de fogo. Ela foi atendida, mas não resistiu. Aos profissionais de saúde foi informado inicialmente que a cigana foi vítima de um disparo acidental enquanto limpava um revólver.

346 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page