top of page

15º BPM apreende arma de fogo na cidade de Buerarema


O homem acusado de matar a jovem Lara Passos Santos, de 18 anos, em Itabuna, foi condenado a 25 anos de prisão em regime fechado, durante julgamento realizado nesta segunda-feira (2), na mesma cidade. A jovem foi assassinada a facadas, na porta de casa, em junho do ano passado. O acusado, José Roberto Silva Souza, de 43 anos, era marido da tia de Lara e assediava a jovem, que nunca quis ter um relacionamento com ele. Uma prima de Lara informou que o suspeito chegou a ameaçar a vítima por ela não ter aceitado que os dois iniciassem um namoro. Quando Lara começou a namorar com outro rapaz, o acusado teria ficado com ciúmes e a matou. Depois de esfaquear Lara, José Roberto foi agredido pelos vizinhos, que viram o crime acontecer. O acusado foi preso elevado ao Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães e preso em flagrante. Dias depois, José Roberto teve a prisão convertida para preventiva e foi levado para o conjunto penal do município, onde permaneceu até o julgamento desta segunda-feira. Ele deve continuar na mesma unidade prisional.

31 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page