top of page

Acusado de atropelar e matar dentista em Ilhéus vai a júri popular


O homem que causou o acidente que matou a dentista Ranitla Bonella, de 23 anos, em junho do ano passado, vai a júri popular. O fato ocorreu na zona urbana de Ilhéus, no Litoral Sul (lembre aqui). Segundo a TV Santa Cruz, a data do julgamento do empresário Tharcísio Aguiar, no entanto, ainda não foi definida. Ele é acusado pelo Ministério Público do Estado (MP-BA) e pelos advogados da família da vítima de homicídio doloso qualificado.


A defesa do acusado afirma que o réu deve ser julgado por homicídio culposo, quando o crime não é cometido de forma intencional. O atropelamento ocorreu no dia 11 de junho. Dois dias depois, o acusado se apresentou à delegacia.



Tharcísio teve a prisão preventiva decretada e a Justiça também suspendeu a carteira de motorista [CNH] dele. A vítima era recém-formada e estava em Ilhéus para fazer uma especialização em ortodontia. A jovem atravessava a pista na faixa de pedestre quando foi atingida pelo veículo dirigido pelo acusado.

22 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page