top of page

Uesc e Cepedi abrem inscrições para Programa de Residência em TI


As inscrições para o Programa de Residência em Tecnologia da Informação e da Comunicação (TIC18) – que será ofertado pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico em Informática e Eletroeletrônica de Ilhéus (Cepedi), no âmbito dos Projetos de Interesse Nacional nas Áreas de TIC (PPI) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), coordenado pela Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) – estão abertas até o dia 29 de julho. Às matrículas estão programadas para os dias 8 e 9 de agosto e o início das aulas está previsto para o dia 10 de agosto de 2023.



O Programa de Residência em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC18), sediado em Ilhéus (BA), visa promover a capacitação técnica em desenvolvimento de software. Serão 15 meses de formação, contemplando aulas teórico-práticas e imersão em equipes de trabalho para resolução de problemas reais de empresas parceiras. Ao longo do processo, serão aplicados conteúdos como Lógica de Programação, Desenvolvimento em tecnologias como Java.Net, Python, além da formação em Desenvolvimento de Interfaces, arquitetura, projeto e testes de software e uso da Cloud. Ao final, os residentes serão capazes de desenvolver sistemas com aplicação em diversas áreas como Saúde, Educação, Agronegócio e outros tipos de sistemas de informação onde as TIC se insiram, além de serem estimulados a empreender a partir das ideias desenvolvidas durante o curso. O programa contempla atividades presenciais e remotas obrigatórias que deverão ser cumpridas pelos residentes dentro das regras e prazos estabelecidos no Projeto Pedagógico do Curso.




Estão sendo disponibilizadas 100 vagas conforme o seguinte quadro de cotas: a) 49% do total de vagas serão de Ampla Concorrência. b) 22% do total de vagas serão reservadas para candidato(a)s autodeclarado(a)s negro(a)s, preto(a)s, pardo(a)s, indígenas e oriundos de comunidades quilombolas reconhecidos pela Fundação Palmares, optantes por esta modalidade; c) 22% do total de vagas serão reservadas para candidatas do sexo feminino ou autodeclaradas como gênero feminino, optantes por esta modalidade; 2% para pessoas trans (transexuais, transgêneros e travestis), optantes por esta modalidade; e) 5% para pessoas com deficiência física, optantes por esta modalidade.


O curso é presencial e oferece aos alunos uma bolsa mensal, no valor de R$ 1.800,00 para graduados, e R$ 1.100,00 para egressos de ensino técnico e graduandos. Essa ajuda financeira visa proporcionar um ambiente propício ao aprendizado, permitindo que os estudantes se dediquem integralmente ao desenvolvimento de suas habilidades em Desenvolvimento de Software.


Estudantes interessados devem acessar mais informações através do Edital Uesc nº 117, no site https://www2.uesc.br/publicacoes/editais.


7 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page