Turista de São Paulo é preso acusado de racismo em Porto Seguro



Um turista de São Paulo foi preso em flagrante dentro de um restaurante no distrito de Arraial D'Ajuda, em Porto Seguro, no sul da Bahia, após chamar um homem negro de "macaco" dentro do estabelecimento. O caso aconteceu na noite de quinta-feira (3). As informações são do G1. Depois do insulto racista, a Polícia Militar foi chamada e esteve no restaurante. Enquanto os militares tentaram fazer uma abordagem, o suspeito passou a ofender também os policiais. A situação foi filmada por outros clientes do restaurante. Nas imagens é possível ouvir um coro de pessoas chamando o turista de racista. O vídeo também mostra que o homem resiste à abordagem e um dos policiais dá um mata-leão nele. Ele foi levado para a Delegacia de Porto Seguro, onde o caso foi registrado como flagrante de injúria racial e desacato, mas acabou liberado após pagamento de fiança de R$ 5 mil. Ainda não há detalhes sobre a vítima dos insultos raciais.

1 visualização0 comentário