Site do Ministério da Saúde é hackeado



O site do Ministério da Saúde (https://www.saude.gov.br/) sofreu um ataque cibernético no início da madrugada desta sexta-feira (10) e saiu do ar. Na página, os invasores escreveram que o portal sofreu um "ransomware" e que "50 TB de dados foram copiados e excluídos". Ransomware é um tipo de malware (vírus) que sequestra o conteúdo do computador da vítima e cobra um valor em dinheiro pelo resgate, geralmente usando a moeda virtual bitcoin, o que dificultar rastrear o criminoso. Este tipo de "vírus sequestrador" age codificando os dados do sistema operacional de forma com que o usuário não tenha mais acesso. O portal ConecteSUS, responsável pela emissão do Certificado Nacional de Vacinação Covid-19, e de interação com Sistema Único de Saúde (SUS) - ligado ao Ministério da Saúde - , também foi afetado, saiu do ar e exibiu a mesma mensagem. O aplicativo do ConecteSUS usado em celulares não foi afetado. O Lapsus$ Group assumiu a autoria do ataque cibernético e deixou a seguinte mensagem: “nos contate caso queiram o retorno dos dados”. Antes do fim da madrugada, a mensagem ficou intermitente até sumir dos dois portais. Mas os sites permaneceram fora do ar. O Ministério da Saúde não se posicionou sobre o ataque.

10 visualizações0 comentário