Simões Filho: PM suspeito de participar de homicídio é preso



Em operação deflagrada pelo Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), na madrugada desta terça-feira (28), na cidade de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Agentes cumpriram um mandado por homicídio de um soldado da Polícia Militar. A mesma ação flagrou um homem com 13 munições de calibre 12, quatro rádios comunicadores e um tablet.


De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), o PM teve a prisão preventiva decretada pela 1ª Vara Crime da Comarca de Simões Filho. Uma pistola ponto 380 com uma munição deflagrada, 33 munições do mesmo calibre e uma de Ponto 40, intactas, além de quatro cápsulas de 38, três carregadores, um coldre e dois celulares foram apreendidos com o soldado.


De acordo com coordenador da RMS, do Depom, delegado Guilherme Machado, o PM é suspeito de participar da morte de Daniel Machado Braga, ocorrida no dia 24 de março, em Pitanguinha.


A operação, denominada de Depom Forte, também cumpriu um mandado de busca e apreensão em Camaçari. O alvo não foi localizado, mas na casa dele a polícia apreendeu maconha e embalagens para acondicionar drogas. O homem é investigado por tráfico e homicídios, naquela região.


Ainda de acordo com a secretaria, o homem preso em Simões Filho confessou que recebia R$ 100 para guardar o material apreendido com ele. "Esse flagrante ocorreu, durante diligência para tentar cumprir mais um mandado de prisão. Nosso alvo é investigado por homicídios e suspeito de comandar o tráfico de drogas no bairro Palmares", explicou o titular da 22a DT/Simões Filho, delegado Leandro Acácio.


Policiais do Depom, das Delegacias Territoriais de Camaçari e Simões Filho, da Coordenação de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil e da Corregedoria da PM participaram da operação.

2 visualizações0 comentário