top of page

‘Quando chegamos ele já estava no chão’, diz avô de menino morto com disparo acidental



O corpo do menino que morreu após ser baleado ao manusear a arma do pai foi enterrado nesta quarta-feira (22), na cidade de Mascote, no sul da Bahia. O caso aconteceu na terça-feira (21) e a suspeita é que o menino tenha sido atingido por um disparo acidental, enquanto tentava pegar o objeto.

A criança foi identificada como Nicollas Brito Santana e arma pertencia ao pai dele, que é policial militar. Segundo familiares, o objeto ficava escondido em cima do armário, em dos quartos da casa. O avô da criança contou que, ao ouvir o disparo, todos que estavam no local correram para o cômodo.

“Era um menino muito bom, tranquilo. Ele foi lá, pegou a arma e na hora que elevou a mão certamente deve ter pego no gatilho e disparou. Quando chegamos lá [no quarto], ele já estava no chão”, desabafou Gilvan Cardoso.

5 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page