Pai filma tortura com filho e mãe, vídeo viraliza e casal é preso



Um homem de 24 anos, torturou o próprio filho e a mãe gravou uma parte da agressão. Um vídeo que estava circulando em grupo de Facebook, onde mostra uma criança do sexo masculino muito machucado, no vídeo mostra o nariz e os braços do menino com muito sangue, também mostra o pai mandando o menino retirar o restante da roupa, fala do pai “tira a calça eu falei, tira a calça eu vou te bater mais, tira a calça vai”. O autor da tortura e a mãe,não serão exposto, para preservar a criança Conforme informações do Boletim de Ocorrência. O vídeo foi encaminhado para a Major Luciane que trabalha no 4° Batalhão, a mesma junto com o conselho tutelar, foram nesta quarta-feira (29), até o endereço enviado para a Major, tendo em vista que no dia anterior (28), o conselho e outra equipe policial compareceram na residência após denúncia de lesão corporal contra a mesma criança (menor de idade), a Mãe e a Criança estavam na casa mas o Pai não estava. Em continuidade a ocorrência na data de hoje (29), a equipe 4° Batalhão foi acionada novamente para acompanhar o conselho tutelar no intuito de localizar o autor, chegando ao local foi feito contato com a mãe onde a mesma desobedeceu às ordens legais dos conselheiros tutelares e da equipe policial acarretando o crime de desobediência foi necessário o uso de algemas para resguardar a integridade física da dela. Diante dos fatos foi feita a detenção da mãe. A equipe de Força Tática realizou diligencias para localizar o Pai, onde o autor foi encontrado nas proximidades de Sanga Puitã, foi feita a verbalização para abordagem do indivíduo onde o mesmo desobedeceu e resistiu as ordens da equipe policial, onde foi necessário o uso progressivo da força para conter o indivíduo, foi necessário o uso da algema para preservar a integridade física da equipe policial e do mesmo. Diante da detenção do autor e da mãe o conselho tutelar ficou responsável de encaminhar as três crianças e a vitima para o CRAS-CENTRO. E as equipes policiais encaminharam os autores para 1ª Delegacia de Polícia Civil onde foram entregues para tomar as medidas cabíveis do poder judiciário. Revolta Como foi dito no inicio da matéria, o vídeo foi publicado por uma internauta na rede social, e gerou muita revolta das pessoas que assistiram a cena. Muitos estavam dizendo que querem fazer justiça com as próprias mãos. A mãe da vitima, escreveu na publicação dizendo que a criança se machucou sozinha e que ela mesmo diz isso na gravação, e ainda defendeu o autor. O pai também se manifestou e confessou que ele que filmou o menino, mas que não bateu. Uma internauta mostra trecho onde o agressor diz: ‘‘se não vou te bater mais’’ e ele justifica que ‘’falou sem pensar’’.

108 visualizações0 comentário