top of page

Operação de combate a fraudes mediante transações on-line conduz 14 pessoas na Bahia




Quatorze pessoas que estavam em imóveis alvos de mandados de busca e apreensão, decorrentes de investigações sobre crimes de estelionato praticados contra uma operadora de transações online foram conduzidas na manhã desta terça-feira (6), para a Delegacia de Repressão aos Crimes de Estelionato por Meio Eletrônico, para prestar esclarecimentos. Com eles foram apreendidos aparelhos eletrônicos e documentos. Após a oitiva, eles serão liberados.


“Esses conduzidos estão prestando esclarecimentos para que a gente possa reunir mais provas e pedir a prisão dos acusados. Os documentos também são fundamentais para ajudar na identificação de mais envolvidos na fraude”, explicou o diretor do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio, delegado Arthur Gallas.


Conforme a investigação, os criminosos cometem as fraudes através de pagamentos digitais. Para que fosse concretizada a compra, o estelionatário utilizava dados de outras pessoas para usar os serviços da empresa e sua carteira digital. Quando os verdadeiros donos do cartão descobriam o golpe, pediam o estorno à operadora, que ficava no prejuízo.


Os 25 mandados de busca e apreensão da Operação Chargeback foram cumpridos em Salvador, nos bairros de Jardim das Margaridas, São Cristovão, Bonfim, Boca do Rio, Uruguai, Itapuã, Imbuí, Pernambués, Alto do Cabrito, Alto do Coqueirinho, Fazenda Grande e Itacaranha, além de Lauro de Freitas e Conceição do Jacuípe. Foram apreendidos 20 celulares, diversos documentos e computadores.

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page