top of page

Naufrágio provoca seis mortes em Madre de Deus


O barco que naufragou na noite de domingo (21), na Baía de Todos-os-Santos, fazia transporte de pessoas entre a Ilha de Maria Guarda e Madre de Deus, na Região Metropolitana de Salvador. Seis vítimas morreram e seis ficaram feridas. Rosimeire Maria Souza Santana, de 59 anos; Ryan de Souza Santos, de 22 anos (sobrinho de Rosimeire); Flaviane Jesus dos Santos, de 29 anos; Hayala dos Santos Conselho, de 32 anos. O pai de Flaviane Jesus era o comandante do barco e o neto dele, Jonathan Miguel Santos, de 7 anos - são as vítimas fatais. Segundo informes da Marinha do Brasil, o acidente aconteceu por volta das 22h. As vítimas são cinco adultos e uma criança. Ao menos seis pessoas foram levadas para o Hospital Municipal de Madre Deus. Duas já tiveram alta, três foram levadas para Salvador e uma aguarda transferência para uma unidade de saúde também na capital. Conforme a Marinha, após ser acionada, uma equipe de Busca e Salvamento (SAR) da Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) foi enviada ao local para conduzir as buscas dos possíveis desaparecidos, em conjunto com outros órgãos, além de apurar o ocorrido e coletar informações. Participam das buscas uma embarcação da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental - (COPPA) da Polícia Militar, uma aeronave do Grupamento Aéreo (Graer) e outras embarcações civis. A Marinha informou que será instaurado um Inquérito sobre Acidentes e Fatos da Navegação (IAFN) pela CPBA, para apurar as causas e circunstâncias do acidente. Concluído o procedimento, os documentos serão encaminhados ao Tribunal Marítimo. BRIGA - Uma briga pode ter causado o naufrágio. Segundo testemunhas, uma discussão entre passageiros gerou uma confusão que fez com os demais ocupantes fossem para um dos lados da embarcação, que acabou virando. De acordo com a Marinha, uma criança e um adulto continuam desaparecidos. O piloto é o dono do barco e já foi identificado pela Polícia Civil que vai ouví-lo ainda hoje. Ele não foi encontrado no local do naufrágio quando os marinheiros chegaram.

20 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page