Morre segunda vítima de atentado em assentamento de Una



Faleceu no Hospital Couto Maia, em Salvador, na manhã desta sexta-feira (15), Fábio Nunes Paixão (Binho), 19 anos, que foi baleado por três vezes e teve 8% do corpo queimado em um atentado a um assentamento conhecido por Unacau, zona rural de Una. Fábio havia sido transferido do Hospital Costa do Cacau de Ilhéus para a capital baiana no último domingo (10) e, após passar por procedimento cirúrgico, que amputou suas duas pernas, acabou não resistindo. Segundo informações, a vítima estava acompanhando o pai que, munido por um frete, levou militantes do Movimento Luta Pelas Terras” (MLT), até o assentamento, mas não faziam parte do movimento. Na ação, participaram, aproximadamente, 50 homens armados e deixaram uma vítima fatal que além de ser executado a tiros, ainda teve o corpo carbonizado em um veículo que foi incendiado no local. A polícia civil de Ilhéus registrou o caso por falta de plantão na Delegacia Territorial de Una e deve investigar o caso. Vale ressaltar que após mais de oito dias do ocorrido, ninguém foi preso. O corpo do jovem segue na capital baiana e deve ser levado para o município de Una. A morte foi confirmada pelo pai da vítima. (Sul Bahia1)

129 visualizações0 comentário