top of page

Médica do IHEF é acusada de racismo após perguntar se criança é "filha de macaco ou urubu"


Uma médica do IHEF, empresa do Grupo MEDDI, em Feira de Santana, está sendo acusada de injúria racial após fazer uma pergunta racista a uma criança de 3 anos, durante um atendimento na unidade da clínica na Avenida Noíde Cerqueira.



Segundo o Blog do Velame, a mãe da paciente contou que a médica, identificada como Margarete Pimparel Vital, que é ultrasonografista, indagou a criança com a pergunta: “você é filha de macaco ou de urubu?”. Revoltada, ela chamou a Polícia Militar, mas quando os policiais chegaram a médica já tinha deixado o local.



A queixa foi registrada na ouvidoria da clínica e os envolvidos foram orientados pela Polícia Militar a se dirigir a delegacia e registrar um boletim de ocorrência.



O IHEF, empresa com 39 anos de atuação em Feira de Santana, emitiu um comunicado. “O IHEF tomou conhecimento do fato, afirma não compactuar de forma alguma com manifestações racistas e está à disposição das autoridades para o que for necessário. A instituição afirma ainda que já instaurou sindicância interna para apuração dos fatos e evolução das medidas administrativas cabíveis”.

37 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page