LEM: Homem morre de Covid após esperar três dias por leito de UTI


Um homem de 52 anos morreu, nesta quinta-feira (20), após esperar três dias por um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Luís Eduardo Magalhães, na Bacia do Rio Grande, para tratar da Covid-19. Albanir Pinheiro estava internado na unidade de Controle da Covid-19 da cidade, e aguardava pela vaga desde a última segunda (17), de acordo com familiares. Conforme divulgou o portal G1, ainda na unidade, Albanir chegou a gravar um vídeo para a família. “Minhas filhas, meus filhos, meus netinhos, meu genro, também, eu amo todos vocês, toda a família”, disse na gravação. De acordo com a filha de Albanir, Ludmila Pinheiro, ele chegou a ser intubado na segunda, mas não apresentou melhora no quadro. De acordo com os parentes, o homem passou três dias à espera de um leito de UTI em Barreiras, o que não ocorreu. Ainda conforme o portal G1, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), declarou que "não constam solicitações no sistema da Central Estadual de Regulação referentes a este paciente". Por meio de nota, a pasta disse ainda que "para que haja transferência de pacientes, a unidade de origem precisa inserir o relatório médico no sistema da central, que a partir daí busca uma unidade que atenda o perfil". Quinta, 20 de Maio de 2021 - 18:20 Entidades municipalistas esperam que PEC para parcelar dívida previdenciária seja aprovada Entidades municipalistas esperam que PEC para parcelar dívida previdenciária seja aprovadaFoto: Divulgação A dívida previdenciária foi tema de um encontro das associações municipalistas estaduais das regiões norte e nordeste, nesta quinta-feira (20). O assunto debatido no encontro organizado pela União dos Municípios da Bahia (UPB), ganhou um apoio importante nesta quarta-feira (19), com a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) sendo protocolada na Câmara dos Deputados. A iniciativa, que prevê o parcelamento especial da dívida em 240 meses, é de autoria do deputado Silvio Costa Filho (Republicanos-PE) e foi articulada pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), após solicitação dos presidentes das estaduais, a exemplo do presidente da UPB, Zé Cocá. De acordo com a UPB, se aprovada, a PEC permitirá aos municípios a renegociação das dívidas vencidas até 31 de dezembro de 2020 tanto com os Regimes Próprios quanto com o Regime Geral de Previdência Social (RPPS e RGPS, respectivamente). O texto apresentado define ainda que a parcela estará limitada a 2% da média mensal da receita corrente líquida e que a correção da soma total de débitos ocorrerá somente pela Taxa de Longo Prazo (TLP). Além disso, propõe a redução de 80% nos juros, 60% nas multas e encargos e 50% dos honorários advocatícios. O presidente da UPB, e prefeito de Jequié, Zé Cocá (PP), avaliou que a proposta é bem-vinda e vai exigir do movimento municipalista forte pressão sobre o Congresso Nacional. "Nós temos dito sempre nas reuniões do Conselho Político da CNM que os municípios estão à beira do colapso, comprometendo boa parte do seu orçamento com a dívida da previdência. Só aqui na Bahia temos muitos prefeitos se queixando de bloqueios e retenções do FPM, que chega a ter o repasse zerado, em alguns casos. Então, na nossa concepção, essa PEC chega em boa hora. Vamos continuar pressionando e firmes na articulação para que ela tramite com a urgência necessária para salvar nossos municípios", destacou. Em 28 de abril, Cocá esteve em Brasília e entregou ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, a pauta municipalista do Norte e Nordeste com a dívida da previdência entre os itens prioritários. Quinta, 20 de Maio de 2021 - 17:25 Vera Cruz: Prefeito rebate decisão do TCM após órgão determinar representação no MP-BA por Vitor Castro Vera Cruz: Prefeito rebate decisão do TCM após órgão determinar representação no MP-BA Após o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) determinar, nesta quarta-feira (19), que seja formulada uma representação ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o prefeito de Vera Cruz, Marcus Vinícius (MDB), e o ex-prefeito, Antônio Magno Filho (PT), a fim de apurar a prática de ato de improbidade administrativa (relembre), a atual gestão rebateu a decisão declarando que Marcus Vinícius assumiu a administração da cidade três anos após a obra ter sido abandonada pela empresa responsável pela execução. Na sessão de ontem, o TCM chegou a determinar o ressarcimento - de responsabilidade dos dois gestores - da quantia de R$ 141.985,13 de responsabilidade solidária, com recursos pessoais dos gestores. Eles ainda foram punidos com multa de R$ 10 mil cada. O que também foi rebatido pela atual gestão em nota divulgada à imprensa no final do dia. De acordo com a prefeitura, a referida obra de construção de uma unidade escolar na localidade do Riachinho, em Mar Grande, foi contratada no ano de 2013, com previsão de conclusão em 2014, período anterior à primeira gestão do atual prefeito Marcus Vinicius (2017 – 2020). Foto: Divulgação / Prefeitura de vera Cruz Ainda segundo a gestão, os prejuízos causados pela não conclusão e paralisação da obra, são anteriores a 2017. "Em 2016, mesmo antes de ser prefeito, em postagem nas redes sociais, o atual gestor municipal chegou a denunciar o abandono da obra, que já estava em ruínas", diz parte da nota. Marcus Vinícius (MDB) considerou "descabida, impertinente e equivocada qualquer conexão de sua gestão aos prejuízos decorrentes do abandono da obra", e disse acreditar que o equívoco será corrigido em grau de recurso. "Sobre as acusações de suposto ato de improbidade administrativa, a Prefeitura de Vera Cruz esclarece que: A referida obra de construção de uma unidade escolar na localidade do Riachinho, em Mar Grande, foi contratada no ano de 2013, com previsão de conclusão em 2014, muito antes da primeira gestão do atual prefeito Marcus Vinicius", diz a nota. Quinta, 20 de Maio de 2021 - 17:24 Covid-19: Novas contaminações e casos ativos crescem e voltam ao patamar de março na BA por Lula Bonfim Covid-19: Novas contaminações e casos ativos crescem e voltam ao patamar de março na BAFoto: Camila Souza / GOVBA A Bahia registrou, nesta quinta-feira (20), um aumento das novas contaminações pelo novo coronavírus e, consequentemente, dos casos ativos da doença, conforme dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab). Os números retornaram ao patamar alcançado na segunda semana de março, quando o estado sofria com o ápice da segunda onda da pandemia de Covid-19. Nas últimas 24 horas, a Bahia confirmou 5.182 novas contaminações, o maior número desde o dia 10 de março, quando 5.499 pessoas foram diagnosticadas com Covid-19. No mesmo período, o estado registrou 74 mortes em decorrência da doença. Com isso, são 971.450 casos confirmados e 20.205 óbitos desde o início da pandemia. A quantidade de casos ativos do novo coronavírus subiu de 17.637 na quarta-feira (19) para 18.558 nesta quinta-feira (20), o maior número registrado na Bahia desde o dia 14 de março, quando a Sesab identificava 20.474 pessoas contaminadas no estado. Os 10 municípios baianos com mais casos ativos da Covid-19 são Salvador (3.320), Feira de Santana (620), Barreiras (437), Itabuna (412), Paulo Afonso (401), Ribeira do Pombal (338), Guanambi (293), Lauro de Freitas (289), Santo Antônio de Jesus (270) e Vitória da Conquista (254). O único dado que diminuiu nas últimas 24 horas foi o de internados com casos graves da doença. No total, 1.353 pacientes infectados estão sendo tratados em unidades de terapia intensiva (UTIs) na Bahia. São 25 a menos do que o registrado no dia anterior. Com isso, a taxa de ocupação dos leitos de UTI para adultos caiu de 85% para 83%. Quinta, 20 de Maio de 2021 - 17:20 Quatro homens são presos por crimes diversos em Candeias Quatro homens são presos por crimes diversos em Candeias Foto: Reprodução / SSP - BA Dois homens com mandados em aberto por homicídio, um outro condenado por estupro e outro por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo foram presos, nesta quinta-feira (20), na cidade de Candeias, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). A operação, que resultou na prisão dos quatro homens, contou com equipes do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), em mais uma fase da Operação Lilith. De acordo com o coordenador responsável pelas delegacias da RMS, delegado Guilherme Machado, as prisões são resultados das apurações das unidades territoriais, para identificação dos suspeitos, levantamento dos endereços, dentre outras ações. “Como resultado mais amplo, a RMS vem contribuindo para a diminuição dos índices de crimes letais em todo estado. Já observamos um decréscimo de mais de 20%, em comparação ao mesmo período do ano passado”, disse. Os quatro foram submetidos aos exames de lesões corporais, no Departamento de Polícia Técnica (DPT) e devem ser encaminhados ao sistema prisional. Quinta, 20 de Maio de 2021 - 16:57 Covid-19: Após aumento de casos e detecção da variante P.1, Ipirá amplia toque de recolher Covid-19: Após aumento de casos e detecção da variante P.1, Ipirá amplia toque de recolherFoto: Divulgação/Prefeitura de Ipirá A prefeitura de Ipirá, na bacia do Jacuípe, decretou, nesta quarta-feira (19), medidas restritivas para conter o avanço do novo coronavírus. Após um aumento no número de casos da doença, e a confirmação da presença de uma variante da Covid-19 na cidade, ficou estabelecida a restrição de circulação nas ruas e o funcionamento do comércio. A prefeitura informou que foi detectada a nova variante P.1 (Manaus) no município. O toque de recolher em Ipirá proíbe a circulação noturna das pessoas das 20h às 5h. Desde as 18h desta quarta-feira até as 5h de terça-feira (25), o comércio da cidade terá restrição na abertura. Conforme divulgou o portal G1, das 8h às 18h só poderão funcionar supermercados, mercadinhos, padarias, frigoríficos e mercearia. Farmácias, serviços de saúde, transporte e segurança seguem com o funcionamento, sem alterações. A determinação legal também estabeleceu que serviço na modalidade delivery pode funcionar até as 23h, mas está terminantemente proibida a venda de bebidas alcoólicas em qualquer estabelecimento comercial. O decreto determina ainda a suspensão temporária das atividades em todos os estabelecimentos comerciais e industriais. Ficam suspensas também as atividades em academias, bares, restaurantes e casas de eventos. Atos religiosos presenciais estão proibidos. A prefeitura de Ipirá informou que foram registrados 51 novos casos de Covid-19 nesta quarta-feira na cidade. Desde o início da pandemia, a cidade registrou, 3.285 casos de coronavírus e 44 óbitos pela doença. Quinta, 20 de Maio de 2021 - 16:20 Ex-prefeita de Campo Formoso terá que devolver mais de R$ 14 mil ao município Ex-prefeita de Campo Formoso terá que devolver mais de R$ 14 mil ao município Foto: Divulgação O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) determinou, nesta quinta-feira (20), que seja feita representação ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra a ex-prefeita de Campo Formoso, Rosângela Maria Menezes (PSD), pelo pagamento indevido de multas e juros em razão de atraso no recolhimento de parcelas relativas a obrigações previdenciárias, no exercício de 2019. Os conselheiros do órgão definiram ainda que a ex-gestora terá que devolver aos cofres municipais a quantia de R$14.428,38, com recursos pessoais, que foram pagos em juros e multas. Rosângela Maria também foi punida com multa estipulada em R$1,5 mil. O conselheiro Fernando Vita, relator do processo, afirmou em seu voto, que o pagamento de juros e multas, decorrentes do descumprimento de prazos para cumprimento tempestivo da obrigação, “onera de forma irregular o erário com encargos financeiros adicionais e desnecessários à gestão pública responsável”. O Ministério Público de Contas (MPC), através da procuradora Aline Rio Branco, também se manifestou pela procedência do termo