Lázaro Barbosa pode estar ferido e consegue fugir após tiroteio em mata de Goiás, diz secretário




Após um tiroteio nesta quinta-feira (17), Lázaro Barbosa, suspeito de uma chacina em Ceilândia, conseguiu fugir pela mata, em Cocalzinho de Goiás. O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, acredita que ele pode estar ferido.O tiroteio aconteceu por volta de 17h. Dezenas de equipes foram ao local, incluindo Miranda. Este novo confronto aconteceu dois dias depois de policiais trocarem tiros contra Lázaro durante o resgate de uma família feita refém.Moradores de Cocalzinho de Goiás relataram ter ouvido mais de 50 disparos. Um morador mandou uma mensagem para a noiva contando sobre "muito tiro" na região (ouça acima).

Miranda disse ainda que, durante a perseguição, o suspeito tentou atirar contra os cães farejadores que estavam em sua direção.

“Veio a notícia que houve um disparo contra a equipe da policia, que revidou em um milharal. Ele [Lázaro] desceu e foi para a mata, que é o padrão dele. O cão e o Bope foram atrás. Lá embaixo, ele tentou atirar no cão. Os policiais revidaram e ele entrou em uma vala com água e os policiais perderam a pista dele”, disse.“Nossa inteligência apontou que ele está naquela região [do tiroteio]. Botamos algumas equipes para entrar com visão noturna, mas o terreno é muito acidentado e difícil”, explicou.O secretário finalizou dizendo que as buscas vão continuar durante esta noite e lembrou que, quando Lázaro esteve foragido na Bahia, chegou a ficar por vários dias sem comer. "Na ultima situação dele, ele ficou 15 dias na Bahia sem alimento e só foi preso porque estava baleado".

10 visualizações0 comentário