Justiça rejeita pedido de Britney Spears e mantém pai da cantora como tutor



A Justiça de Los Angeles rejeitou o pedido de Britney Spears para retomar sua vida e carreira, e manteve a custódia com pai da artista, James Spears, que é responsável por seus assuntos pessoais e comerciais desde 2008. A informação é da imprensa americana, segundo publicação do Estadão. A decisão da juíza Brenda Penny está vinculada a um pedido apresentado em setembro pelo advogado da artista, não levando em consideração o depoimento de Britney da semana passada, no qual ela classificou a custódia como “abusiva” (saiba mais). Na ocasião, Britney afirmou que a tutela se tornou uma ferramenta opressora de controle, disse que vivia com medo e que o pai era "obcecado" por ela, que sequer podia fazer amigos sem sua autorização. Na audiência, a artista relatou ainda ter sido forçada a se internar em uma clínica psiquiátrica contra a própria vontade e contestou a aptidão de James para gerir sua carreira e fortuna.

3 visualizações0 comentário