Itabuna: DRFR recupera 32 móveis fruto de roubo




A Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) de Itabuna recuperou, na terça-feira (15), móveis que estavam guardados em um salão de beleza do município e que, segundo a apuração, são fruto de crime. O suspeito de receptação será investigado em inquérito regular.

Os 32 produtos estavam guardados no estabelecimento comercial de propriedade da namorada do suspeito. De acordo com ela, o homem descarregou os itens há cerca de 15 dias, alegando que os havia comprado para o casamento deles. No entanto, os policiais da DRFR constataram que o carregamento, ainda totalmente embalado para entrega, não tem nota fiscal – conforme explicou o titular da unidade, delegado Luciano Lima de Medeiros.

"Ele alegou que comprou com um colega que trabalha em um posto de gasolina aqui em Itabuna, sem nota, e que o cara disse que tinha nota e iria entregar. Ele alega que foi comprado em novembro e até hoje não tem comprovação fiscal. Quando eu pedi para que ele citasse os móveis que ele comprou, ele só citou seis, e são 32. Ele também é investigado pela Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias (Decarga) por receptação de cervejas roubadas", declarou.

O suspeito se apresentou à DRFR nesta quarta-feira (16), com seu advogado, e prestou depoimento. Os objetos foram apreendidos.

27 visualizações0 comentário