top of page

Homem que matou a ex-mulher é vigilante de igreja


Um homem que é vigilante de uma igreja evangélica está sendo procurado pela polícia por suspeita de matar a tiros a ex-esposa, mãe de suas duas filhas, uma de 8 anos e outra de 9, na noite de quinta-feira (29), no bairro São Roque, na cidade de Itabuna, no sul da Bahia. O nome do suspeito do feminicídio não foi divulgado pela Polícia Civil devido à Lei de Abuso de Autoridade, mas a vítima foi identificada como Luana Santos Brito, de 29 anos.


A suspeita é de que o homem não aceitava o fim do relacionamento e que perseguia a ex desde que ela decidiu colocar um ponto na relação amorosa que durou 10 anos. O crime aconteceu na casa do suspeito, no momento em que a mulher chegava para conversar com ele.


De acordo com informações de sites locais, a mulher recebeu um telefonema do ex-marido que pediu um encontro entre os dois em frente à casa onde eles haviam morado antes da separação. O investigado fugiu logo após supostamente efetuar seis disparos à queima roupa. Até a noite de sexta-feira (30), ele não havia sido localizado e preso pela polícia.



Luana trabalhava como cabeleireira em um salão de beleza no centro de Itabuna. Segundo o site local Verdinho Itabuna, a vítima tinha uma medida protetiva contra o vigilante, que já foi levado à delegacia por episódios de violência doméstica. O feminicídio é investigado pela Delegacia de Homicídios da cidade

95 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page