top of page

Homem obriga amigo a cavar a própria cova e a se suicidar após descoberta de crime

Vyacheslav Matrosov, de 35 anos, descobriu um crime e estava enfurecido com o seu amigo Oleg Sviridov, de 32. Depois de ter acesso ao celular de Sviridov, Matrosov descobriu que o homem abusava da sua filha, uma garota de seis anos, e que, além disso, filmava as cenas de violência. Tomado por um sentimento de ódio, Matrosov o obrigou a cavar uma cova rasa em uma floresta, onde, minutos depois, ele seria enterrado.


O caso aconteceu em setembro de 2021 na Rússia, mas ficou em evidência mais uma vez nesta semana depois que Matrosov foi libertado da prisão. Uma onda de apoio ao pai da menina abusada se instalou na nação comandada por Vladimir Putin.

Matrosov foi condenado a 18 meses de prisão em abril deste ano por incentivo ao suicídio de Sviridov, mas acabou cumprindo apenas seis meses da pena, depois que 2,5 mil pessoas assinaram uma petição que exigia a absolvição total dele. Parte desses indivíduos também levantou uma quantia em dinheiro que foi gasto com os honorários da defesa do suspeito.


Matrosov voltou para casa e publicou uma imagem com as duas filhas, entre elas a vítima do abuso. A mulher dele, Natalya, 35 anos, também aparece na foto. “Casa. Amo muito”, escreveu.

53 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

댓글


bottom of page