top of page

Flordelis é condenada a 50 anos de prisão pela morte do pastor Anderson


A ex-deputada Flordelis foi condenada a 50 anos e 28 dias por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado, uso de documento falso e associação criminosa armada. A filha biológica de Flordelis, Simone dos Santos Rodrigues, também foi condenada e os filhos adotivos e neta biológica foram inocentados. A família estava há sete dias em julgamento em júri popular pela morte do pastor Anderson, em junho de 2019.


O produtor artístico Allan Soares, namorado da ex-deputada Flordelis, foi aos prantos após a ex-deputada federal ser condenada a mais de 50 anos de prisão pela morte do marido, o Pastor Anderson do Carmo.

A pastora recebeu a pena pelos crimes de homicídio, tentativa de homicídio (por tentativas de envenenar a vítima), uso de documento falso (pelo plano de uma carta fraudada) e associação criminosa armada.

De acordo com o advogado Rodrigo Faucz, que defende a pastora, Marzy, André e Rayane, disse que a ex-parlamentar já chegou ao julgamento condenada por causa da repercussão do caso.


"Tivemos, das nossas quatro clientes, três absolvidas e uma condenada, a Flordelis. Era uma condenação esperada, tendo em vista que a opinião pública era majoritariamente contrária a ela. Isso impacta nos jurados. Até porque são seres humanos, são pessoas que conviveram esse tempo todo com notícias, com acontecimentos ligados ao fato. É muito difícil não relacionar uma coisa à outra", disse ele.


O julgamento, que começou no última segunda-feira (7), durou sete dias e a última sessão levou quase 24 horas para ser concluído.


Relação dos dois

Allan Soares e Flordelis se conhecem há pelo menos quatro anos. Em agosto de 2018, ele postou uma foto com a então deputada e seu marido, o pastor Anderson do Carmo.


“Manhã e noite de sexta-feira abençoadas com os pastores Anderson do Carmo e Flordelis”, escreveu ele na legenda.


Após a morte de Anderson, em 2019, Allan continuou a publicar fotos com a ex-parlamentar.


*Com informações do Metrópoles e do g1.

15 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page