Festa clandestina com cerca de 1.000 pessoas é encerrada em Vitória da Conquista



Uma festa clandestina, que reuniu cerca de 1.000 pessoas na zona rural de Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano, foi encerrada pela Polícia Militar da Bahia (PM-BA), na madrugada deste domingo (9). A operação só foi possível graças à denúncias anônimas.De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), por volta de uma da manhã, as equipes da 92ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Vitória da Conquista) foram acionadas através de denúncias sobre um evento ilegal, com som alto, no Haras LS, e deram início a averiguação.


De acordo com o tenente-coronel Eduardo Viana Moreira Júnior, assim que receberam as denúncias, as equipes se deslocaram. “Prontamente acionei os policiais de nossa inteligência que, descaracterizados, foram acompanhar de perto a movimentação da festa. Após confirmação, fomos até o local”, disse.


No local, equipes da Ronda Rural e das Rondas Especiais (Rondesp) Sudoeste identificaram o dono do evento e solicitaram que o público presente, sem máscara e desrespeitando o decreto estadual para evitar a disseminação do novo Coronavirus, se retirasse. “Fico impressionado como essas festas ainda acontecem em meio a pandemia. Estamos preparados para encerrar qualquer tipo de evento que coloque em risco a vida”, concluiu o oficial.


A festa foi finalizada e o responsável pelo evento, acompanhado de um policial militar que também participava da festa, foi encaminhado ao Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep) de Conquista.

11 visualizações0 comentário