Feira de Santana: Jovem morto pela polícia não tinha envolvimento com o crime, afirma Cedep



Dados emitidos pelo Centro de Documentação e Estética Policial (Cedep) da Polícia Civil, afirmou que o jovem Marcelo Felipe Guerra dos Santos Rocha, morto a tiros por policiais em Feira de Santana, no dia 1 de abril, não possui passagem por nenhuma delegacia. Segundo o Acorda Cidade, Marcelo foi acusado de ter efetuado disparos contra uma guarnição do pelotão Asa Branca, da Polícia Militar, na Avenida Presidente Dutra. A família contesta a informação divulgada pela polícia. De acordo o delegado Rodolfo Faro, após um carro furar uma blitz, que aconteceu na Avenida Maria Quitéria, o condutor do veículo teria efetuado disparos contra a guarnição, que revidou e alvejou a vítima. A advogada da família, Yasmim Carvalho, diz que "será o braço direito nas investigações a fim de elucidar o fato, trazer justiça e limpar a imagem da vítima que foi devidamente manchada pelas acusações dos policiais condutores envolvidos, os quais agiram de forma arbitrária, sem preparo, como ficará provado no curso do inquérito". O corpo de Marcelo Felipe foi enterrado no dia 03 de abril, no cemitério Jardim Celestial

14 visualizações0 comentário