Ex-prefeitos de Porto Seguro e Eunápolis são conduzidos pela PF nesta terça




Os ex-prefeitos de Porto Seguro e Eunápolis, Cláudia Oliveira e Robério Oliveira, foram conduzidos pela Polícia Federal (PF), na manhã desta terça-feira (15). Casados, os dois foram alvo de mandados que estão sendo cumpridos pela corporação na cidade. Até o momento, a assessoria de comunicação da PF não divulgou detalhes sobre a ação de hoje, mas os dois são alvos da Operação Fraternos, que investiga, entre outras coisas, acusações sobre desvio de recursos públicos. O Bahia Notícias tentou contato com a base da corporação no município do Extremo Sul baiano e recebeu a confirmação de que há uma operação em curso. Outros detalhes, no entanto, não foram divulgados. OPERAÇÃO FRATERNOS A Fraternos foi deflagrada em novembro de 2017, com o objetivo de desarticular uma suposta organização criminosa criada por prefeitos, que teria fraudado licitações das prefeituras de Eunápolis, Porto Seguro e também de Santa Cruz Cabrália. Na época, as investigações indicavam que Robério, Claudia e o então prefeito de Santa Cruz, Agnelo Santos, todos do PSD, teriam fraudado contratos que somam R$ 200 milhões. Santos é irmão de Claudia (saiba mais aqui). Com os desdobramentos do caso, eles chegaram a ser afastados das funções públicas. Mas, em 2018, retornaram aos respectivos cargos (veja aqui, aqui e aqui).

22 visualizações0 comentário