Equipe de Liziane Gutierrez promete ir à Justiça após ataques a aparência da influencer



Os ataques a aparência de Liziane Gutierrez, de 35 anos, participante da 13ª edição de 'A Fazenda', podem render problemas na Justiça. Por meio de um comunicado, a equipe da moça, que ganhou os holofotes no início do ano após ser flagrada pela polícia em uma festa clandestina em meio a pandemia (leia aqui), informou que irá tomar medidas cabíveis para cessar as ofensas. "Estamos tomando as medidas legais cabíveis e recolhendo todas as informações necessárias sobre os usuários que praticam a ação. O direito à integridade moral é um direito de todos, diz respeito à sua honra, liberdade, imagem e nome. Não vamos tolerar mensagens de baixo calão ou humilhando nossa cliente". Segundo os representantes de Liziane, ela vem sendo alvo de cyberbullying e assédio. "Repudiamos qualquer ato de assédio moral, ataques de ódio e ciberbullying [sic] contra a participante de A Fazenda 13. O ato de insultar, humilhar e praticar violência psicológica na internet também é considerado crime e fere a integridade moral da modelo". A influenciadora, que já foi expulsa de um show por demonstrar apoio ao presidente Jair Bolsonaro, e ganhou na Justiça um processo de agressão contra Chris Brown, teve uma reação adversa a uma harmonização facial feita em 2018, que modificou seu rosto. Antes de entrar em 'A Fazenda', Liziane fez um alerta aos seguidores sobre os perigos dos procedimentos estéticos

26 visualizações0 comentário