top of page

Deputada Rogéria propõe instalação de violentômetro em locais públicos


Com o intuito de conscientizar a população e consequentemente refletir na redução dos índices de violência contra a mulher, a deputada federal Rogéria Santos (Republicanos-BA) propôs a criação do violentômetro. Na prática à ferramenta terá o intuito de expor as informações sobre os dados sobre Violência contra as Mulheres que publicará em grandes painéis físicos e eletrônicos espalhados pelo Brasil em tempo real, nos locais onde ocorrem o maior fluxo de transeuntes e de veículos.


A parlamentar destacou que os índices são alarmantes no Brasil. Sendo que entre 2021 e 2022, houve um aumento de 5,5% nos casos de feminicídio no país. Estados populosos indicaram aumentos significativos e bem acima da média nacional, como São Paulo (43,4%), Rio de Janeiro (25,40%), Bahia (15,1%) e Minas Gerais (9,7%).

Ponderando pela população, o estado do Mato Grosso do Sul possui a maior taxa de feminicídio do país (3,5 casos por 100 mil mulheres), seguido de Rondônia (3,1), enquanto a taxa nacional foi de 1,3. Tornando essencial o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para esse problema social, "inserindo uma política pública positiva para fomentar a informação que trata a lei com vias de refletir na redução dos índices de violência contra a mulher, de violência doméstica e familiar, assim como, o feminicídio", destacou.



Foto: Douglas Gomes / Lid Republicanos

10 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page