Bolsonaro abre Assembleia da ONU com defesa de marco temporal e ação ambiental do Brasil



O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fará, nesta terça-feira (21), o discurso de abertura da 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). A fala está prevista para iniciar às 10h, no horário de Brasília.

A Assembleia deve reunir mais de 100 líderes na sede da ONU, em Nova York, nos Estados Unidos. O tema do debate em 2021 é "Construindo resiliência por meio da esperança".

O presidente deve voltar a abordar a pauta ambiental. Na última quinta-feira (16), Bolsonaro sinalizou que fará críticas a uma eventual derrubada do marco temporal na demarcação de terras indígenas no país, mas que o discurso será "objetivo e tranquilo".

Cabe ao representante brasileiro fazer o discurso de abertura do debate geral da ONU, tradicionalmente desde 1949. Esta será a terceira vez que Bolsonaro abre o debate geral. Em 2019, ele afirmou que o Brasil tinha "compromisso solene" com a preservação ambiental. Já em 2020, de forma remota, ele disse que o Brasil era "vítima" de campanha "brutal" de desinformação sobre a Amazônia e o Pantanal.

MARCO TEMPORAL Desde o último dia 26, o Supremo Tribunal Federal (STF) julga o marco temporal. Pela tese, indígenas só podem reivindicar a demarcação de terras já ocupadas por eles antes da promulgação da Constituição de 1988.

4 visualizações0 comentário