Assassino do casal de Mamoan em Ilhéus confessa crime bárbaro à polícia



O duplo assassinato ocorreu na madrugada do último domingo (01). (Relembre aqui). O autor do crime é o peixeiro José Raimundo Santos, vizinho do casal vitimado. Ele alegou à polícia, na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da 7ª Coorpin/Ilhéus, que tinha um caso amoroso extraconjugal com a mulher, Rosana Ferreira de Jesus, e estava enciumado, e portanto matou-a e ao marido dela, Daniel Ferreira dos Santos.

O crime supostamente passional teve requintes de crueldade e Zé Raimundo pode responder por feminicídio e por homicídio, triplamente qualificados. Daniel foi morto com diversos golpes de faca, enquanto Rosana foi encontrada morta, deitada na cama, com as mãos amarradas, seminua e com uma faca cravada no peito. Como não houve flagrante, o indivíduo foi liberado, sob a condição de não deixar a cidade e apresentar-se nos próximos dias para novos depoimentos.

Fonte: Blog verdinho

754 visualizações0 comentário