Após morte de narcotraficante, muros de Itabuna são pichados em espécie de saudação ao criminoso



Em decorrência da morte de Erick do Zizo, traficante de drogas que integrava o Raio A, organização criminosa que atua dentro e fora dos presídios na regiões sul e extremo sul da Bahia, a Polícia Militar intensificou as rondas nas localidades onde o bandido costumava agir.

Várias pichações em muros, e diferentes pontos da cidade, foram identificadas pela polícia, em uma espécie bizarra de homenagem póstuma ao narcotraficante e homicida.


O Setor de Inteligência do 15°BPM vem monitorando a situação para reprimir possíveis confrontos entre as facções, em forma de retaliação a morte de Erick, ou mesmo disputa de territórios.

156 visualizações0 comentário