Acusado de matar motorista de aplicativo é preso em Itabuna



Nesta terça (17), após troca de informações entre o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil de Sergipe, a Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Litoral Norte e a Cipe Cacaueira da Polícia Militar da Bahia, foi possível localizar em Itabuna, o fugitivo José Lenaldo da Silva Júnior (Jegão), de 32 anos. Ele já respondia a processos criminais por homicídio e tráfico de entorpecentes em Sergipe e estava foragido desde o ano passado, quando rompeu tornozeleira eletrônica e teve novo mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça sergipana. José Lenaldo foi localizado por policiais da Cipe Cacaueira em Itabuna, onde foi abordado. Porém, ao perceber a ação policial, o criminoso reagiu, disparando contra as equipes, que revidaram e o atingiram. O fugitivo veio a óbito. Apesar de se encontrar fora do estado de Sergipe, José Lenaldo comandava o tráfico de entorpecentes no município de São Cristóvão e passou a ocupar a gerência da organização criminosa após seu irmão, Leonardo Reis da Silva, conhecido como Léo Grandão, ter sido morto em confronto com policiais militares de Sergipe em 2019.

151 visualizações0 comentário